Manuel Mendes conquistou no domingo, no último dia dos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro, a medalha de bronze na Maratona da classe T46, ao terminar a mítica distância em 2:49.57 horas, atrás do chinês Li Chanoyyan (2:33.35) e do espanhol Abderrahmam Khamouch (2:37.01), medalhas de ouro e prata, respetivamente.
 

O atleta português Manuel Mendes admitiu que a medalha de bronze que conquistou hoje na maratona da classe T46 dos Jogos Paralímpicos Rio2016 “não era totalmente esperada”.
 

“O meu treinador disse que se tivesse juízo podia fazer uma surpresa e fiz”, afirmou o atleta, que não tem o antebraço esquerdo, no final dos 42,195 quilómetros da prova, disputada num circuito do Forte de Copacabana.
 

Manuel Mendes, que se estreou em Jogos Paralímpicos, reconheceu que a melhor estratégia foi não arriscar muito: “Se me aventurasse teria ‘estourado’ e, na parte final, teria sido apanhado”.
 

Visivelmente satisfeito, o atleta português agradeceu à família, aos amigos, e ao treinador, Ricardo Ribas, dedicando a todos e “também à cidade de Guimarães” a medalha hoje conquistada.
 

Ainda na Maratona, mas na classe T12, Gabriel Macchi foi sexto classificado com 2:43:49 horas, logo à frente de Jorge Pina, sétimo com 2:55:57 horas.
 

Na jornada de sábado, Miguel Monteiro foi quinto classificado no Lançamento do peso para a classe F40, com 8.89 metros.
 

Nos 400 metros para a classe T13, Carolina Duarte foi sétima classificada com 58.52 segundos, conquistando mais um diploma Paralímpico, depois do conquistado nos 100 metros.