Samuel Barata foi este sábado, 20 de maio,  terceiro classificado na “Night of 10 000 meters Personal Bests”, prova promovida pela Federação Britânica de Atletismo e que integra o Campeonato Britânico da distância.
 

Samuel completou as 25 voltas à pista em 28:40.19 minutos, batendo por larga margem o seu anterior recorde pessoal (29:26.96 minutos em 2015) e alcançando a marca de qualificação para as Universíadas.
 

Desde 30 de junho de 2012, quando Rui Pedro Silva foi oitavo classificado nos Europeus de Helsínquia com 28:31:16 minutos, que nenhum portugês corrida os 10 000 metros tão rápido como Samuel Barata o fez em Londres, confirmando na pista a boa época que vinha a fazer na estrada, onde a 19 de março tinha conseguido o seu melhor registo pessoal na meia-maratona com 1:03:52 minutos.
 

Também em Londres, António Silva foi 20º classificado com 29:40.92 minutos, enquanto no setor feminino Sara Catarina Ribeiro foi 18ª classificada com 33:53.70 minutos.
 

Para além de Londres, outros atletas portugueses competiram no estrangeiro durante a passada semana.
 

Na Alemanha, Irina Rodrigues foi 9ª classificada no Lançamento do Disco do Meeting de Halle, registando 59.70 metros. Na mesma competição, a júnior Ana Fernandes foi 10ª no Lançamento do Martelo com 51.54 metros.
 

A 18 de maio, Marta Pen foi quinta classificada nos 1500 metros em Eagle Rock, nos Estados Unidos, completando a prova em 4:08.11 minutos, perto dos 4:07.50 minutos que garantem a qualificação para os Mundiais de Londres.
 

A 17 de maio, Nelson Évora foi quarto classificado no Meeting de Guadalupe. O atleta português registou 16.77 metros no Triplo-Salto e viu Francisco Belo ser quinto classificado no Lançamento do Peso com 19.53 metros.