Sandro Baessa sagrou-se hoje, em Torun, na Polónia, campeão do mundo dos 400 metros em pista coberta, nos VIRTUS Campeonatos Mundiais de Pista Coberta (deficiência intelectual), com recorde pessoal. Ao pódio subiu também outro português, Carlos Freitas, que arrecadou a medalha de bronze na mesma competição.

 

 

Lenine Cunha triunfou hoje nas provas de triplo-salto e pentatlo nos VIRTUS Campeonatos Mundiais de Pista Coberta (deficiência intelectual) que estão a decorrer em Torun, na Polónia, e que ficaram marcados pela atualidade da saúde mundial (efeitos do covi19), com a ausência de muitos países na competição.

 

Lenine Cunha saltou 12,62 metros no triplo-salto e terminou com 2604 pontos no pentatlo, sagrando-se campeão mundial em ambas as provas. 

 

Ainda no triplo-salto, mas feminino, também Ana Filipe se sagrou campeã com a marca de 11,83 m.

 

A Federação Portuguesa de Atletismo está presente com uma representação nacional nos Campeonatos Mundiais de Pista Coberta VIRTUS, para atletas com deficiência intelectual, que se realizam na Polónia, em Torun.

 

Logo no primeiro dia de competição (amanhã, 25 de fevereiro) estarão em ação oito atletas em sete provas (três delas paralímpicas):
Lenine Cunha (triplo e pentatlo), Ana Filipe (triplo), Sandro Baessa, Carlos Freitas e Carlos Lima (400 metros), Solange Martins (400 e 1500 m), Cristiano Pereira e Luís Pimentel (1500 m).

 

 

A Federação Internacional de Desportos em Cadeira de Rodas e Amputados (IWAS) anunciou que os Jogos Mundiais da IWAS 2020, programados para serem realizados em Nakhon Ratchasima, Tailândia, de 22 a 28 de fevereiro, foram adiados devido a preocupações em torno do Coronavírus.

 

A decisão foi tomada em conjunto com o Comité Organizador Local em resposta ao feedback dos países e equipas participantes.

 


Para sua representação nos Mundiais IAADS (6º IAADS World Championships - Trisome Games 2020), que se realizam em Antalya (TURQUIA), de 31 de março a 07 de abril, a Federação Portuguesa de atletismo convoca os seguintes atletas:

 

Para sua representação nos Mundiais de Pista Coberta (VIRTUS World Indoor Athletics Championships), que se realizam em Torun (Polónia), de 23 a 28 fevereiro, a Federação Portuguesa de atletismo convoca os seguintes atletas: 

Afonso Roll (ESMOV)
Ana Filipe (ACM - Terceira)
Carlos Freitas (CAB)
Carlos Lima (ACM - Terceira)
Cláudia Santos (CFOD)
Cristiano Pereira (CPM)
Domingos Magalhães (CAB)
Joana Silva (ACPV)
Lenine Cunha (CFOD)
Luís Pimentel (ACM – Terceira)
Sandro Baessa (CFOD)
Solange Martins (CPM)

 

Concluída a participação portuguesa com três medalhas

 

Carina Paim conquistou hoje a medalha de bronze nos Campeonatos Mundiais Paralímpicos de Atletismo, competição que se concluiu hoje no Dubai.

 

Carina Paim (T20) correu os 400 metros terminando na terceira posição com a marca de 59,15 segundos, com a norte-americana Breanna Clark a triunfar com a marca de 56,35 segundos.

 

Com este resultado a atleta portuguesa também garante a sua quota de participação nos Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020.

 

Segundo classificado nos 1500 metros dos Campeonatos Mundiais Paralímpicos de Atletismo

 

Excelente prestação de Sandro Baessa (T20) nos 1500 metros dos Campeonatos Mundiais Paralímpicos de Atletismo, que estão a decorrer no Dubai.

 

Cinco portugueses já competiram na jornada de hoje dos  Campeonatos Mundiais Paralímpicos de Atletismo

 

A portuguesa Érica Gomes terminou em quarto lugar a sua participação na final do salto em comprimento Campeonatos Mundiais Paralímpicos de Atletismo, que estão a decorrer no Dubai, e garantiu abertura de quota para Portugal em Tóquio 2020. 

 

A saltadora registou a marca de 5,46 metros ao quinto ensaio ficando a 15 centímetros da medalha de bronze. A vencedora foi a polaca Karolina Kucharczyk com um salto de 6,21 metros (recorde mundial).

Lenine Cunha foi nono no salto em comprimento

 

Mais dois portugueses estiveram hoje em competição nos Campeonatos Mundiais Paralímpicos de Atletismo que estão a decorrer no Dubai.

 

Na final dos 200 metros, Hélder Mestre (T51) foi sexto com a marca de 44,76 segundos, numa prova em que o vencedor foi o belga Peter Genyn (37,90 segundos, recorde dos campeonatos).

 

Páginas