A International Trail Running Association (ITRA) anunciou ontem a decisão de suspender temporariamente o índice de performance dos atletas entre os dias 1 de março de 2020 e 1 de janeiro de 2021. “Guiada pelos valores de fair-play, justiça, respeito pelos outros e por si mesmos, e em resposta à crise global do COVID-19, a comissão executiva da ITRA decidiu congelar temporariamente o cálculo do índice de desempenho dos atletas”, pode ler-se no comunicado emitido por esta entidade.

 

Tendo em conta que o índice é calculado com base nos resultados dos atletas dos últimos 36 meses, esta entidade considerou que, com o cancelamento da maioria das provas, todos os atletas veriam o seu índice reduzido e que tal não seria “justo”. Com esta medida, a ITRA pretende, de acordo com o mesmo comunicado, que: “Os atletas que não podem correr ou treinar devido a circunstâncias fora de seu controlo não sejam prejudicados. Os atletas que estão em áreas não afetadas não sejam beneficiados. Não haja pressão sobre os corredores, que provavelmente começarão a treinar novamente e correrão muito cedo, quando as condições de saúde a curto prazo ainda forem desconhecidas.”

 

Assim, desde ontem que o índice de performance dos atletas voltou ao que era apresentado a 1 de março de 2020, retomando-se a contagem a 1 de janeiro de 2021 a partir deste ponto. Quanto às provas que se realizem durante este período, “a pontuação será calculada, mas não será incluída no índice antes de 1 de janeiro de 2021”, explica o referido comunicado.

Categoria: