Luís Gonçalves foi segundo nos 400 metros T12 na última jornada do Campeonato da Europa IPC, que decorreu no Estádio Friedrich-Ludwig-Jahn-Sportpark, em Berlim, na Alemanha.

 

Luís Gonçalves terminou na segunda posição a final dos 400 metros T12 (Baixa Visão). O atleta português correu em 50.33 segundos a volta à pista, tendo garantido nesta prova a sua melhor marca da época nesta disciplina. Nesta competição, Luís Gonçalves garantiu o ouro nos 200 metros e o bronze nos 100 metros desta classe.

 

Luís Gonçalves na zona mista após o segundo lugar

 

Nuno Alves foi o último português competir neste europeu. O atleta correu a final dos 5000 metros T11 (Invisual) tendo terminado na 4ª posição com o tempo de 16:57.12 minutos. Nuno Alves mantém o recorde da competição da disciplina, nesta classe, desde o Campeonato da Europa de Swansea em 2014.

 

A seleção nacional que conquistou um total de 17 medalhas neste Campeonato da Europa IPC, conseguiu a melhor participação portuguesa de sempre em competições internacionais de atletismo paralímpico.

 

Atletas Portugueses medalhados na competição:

Ouro

Mário Trindade – 100 metros T52 (Cadeira de Rodas)

Cristiano Pereira – 1500 metros T20 (Deficiência Intelectual) – Recorde do Campeonato

Luís Gonçalves – 200 metros T12 (Baixa Visão)

Sandro Baessa – 400 metros T20 (Deficiência Intelectual)

Sandro Baessa – 800 metros T20 (Deficiência Intelectual)

Carolina Duarte – 400 metros T13 (Baixa Visão) – Recorde do Campeonato

Carina Paim – 400 metros T20 (Deficiência Intelectual) – Recorde da Europa T20 e recorde da Competição

 

Prata

Mário Trindade – 400 metros T52 (Cadeira de Rodas)

Carolina Duarte - 100 metros T13 (Baixa Visão)

Miguel Monteiro – Lançamento do Peso F40 (Baixa estatura)

Carolina Duarte – 200 metros T13 (Baixa Visão)

Érica Gomes – Salto em Comprimento T20 (Deficiência Intelectual)

Maria Odete Fiúza - 1500 metros T11 (Invisual)

Luís Gonçalves – 400 metros T12 (Baixa Visão)

 

Bronze

Luís Gonçalves – 100 metros T12 (Baixa Visão)

Carlos Freitas – 400 metros T20 (Deficiência Intelectual)

Maria Graça Fernandes – 400 metros T38 (Paralisia Cerebral)

 

A comitiva portuguesa regressa a Portugal esta segunda-feira no voo TP533, com chegada prevista ao Aeroporto de Lisboa pelas 17:00 horas.