Marcas interessantes no Meeting de Lisboa, que fazia parte do Circuito Nacional que este ano não se realizou, com destaques nos lançamentos.

 

No peso, Tsanko Arnaudov (Benfica) venceu com 20,73 metros (igualou o seu melhor do ano) e Auriol Dongmo (Sporting) fez o mesmo com 18,92 metros (a benfiquista Eliana Bandeira lançou a 17,36 metros); Irina Rodrigues (Sporting) lançou o disco a 62,05 metros (com Liliana Cá, Novas Luzes, fez o seu melhor do ano, com 60,54); e, finalmente, Leandro Ramos (Benfica), conseguiu o seu segundo lançamento do ano no dardo (76,62 metros), e a jovem Inês Custódio (Novas Luzes), juntou mais uns centímetros à melhor marca de sempre de iniciadas (43,71m).

 

Nas provas de velocidade, a espanhola Maria Vicente (ESP), com 13.60 (recorde pessoal), venceu os 100 m barreiras, com Olímpia Barbosa (Sporting), com 13.97, a conseguir a melhor marca do ano; nos 110 m barreiras, João Vitor Oliveira (Benfica) correu em 14,00 (melhor marca do ano); nos 100 metros, triunfou o sportinguista Dorian Keletela (10,46 segundos, recorde pessoal); na prova feminina, Arialis Martinez (Benfica), com 11,43 segundos, derrotou Lorene Bazolo (Sporting), com 11,49; nos 400 metros barreiras, Vera Barbosa (Sporting) correu em 58,45 segundos (nos 400 metros planos, Cátia Azevedo (Sporting) venceu em 53,04 s). Nos 200 metros, triunfos de Lorene Bazolo (Sporting), em 23,80 segundos, e Frederico Curvelo (Benfica), em 21,29 s e nos 400 metros masculinos uma boa corrida, com três benfiquistas a liderar: João Coelho (47,50s), Ricardo dos Santos (47,91) e Mauro Pereira (47,92).

 

Nos saltos, destaque para o recorde pessoal de Evelise Veiga, com 6,64 metros (a libertar-se da “maldição” dos 6,61!), derrotando a espanhola Juliet Itoya (6,50), e ainda Patrícia Mamona (6,22); enquanto em altura venceram Gerson Balde (Benfica), com 2,14, e Anabela Neto (Sporting), com 1,80.

 

Ainda nas corridas, a prova de 800 metros conheceu o triunfo do espanhol Ignacio Fontes (1.47,86 minutos), com Isaac Nader (Benfica) a ser segundo com 1.47,93 e o seu colega de equipa José Carlos Pinto a correr em 1.48,70. Nos 1500 metros, o jovem Miguel Moreira (Sporting) correu em 3.47,22, e a conhecida Marta Pen (Benfica), em 4.15,57, foram os vencedores. Nos 3000 m obstáculos, triunfou o espanhol Sebastian Martos (8.40,70 minutos), com André Pereira (Benfica) a fazer a melhor marca do ano em 8.43,55.

 

O jovem Mamadu Balde (A. Jorge Pina) venceu as provas de cadeira de rodas de 100 metros (16,26) e 200 m (31,03).
 

Mais resultados na página da Associação de Atletismo de Lisboa (aalisboa.com.pt).

 

Foto: Tsanko Arnaudov (arquivo FPA)

 

Categoria: